A importância da doação de sangue

No dia 25 de Novembro, é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue, um ato de grande importância, uma vez que uma única doação é capaz de salvar a vida de até 4 pessoas, trazendo um benefício inestimável e sendo um gesto nobre de solidariedade.

 

Porém, apesar de ser um gesto nobre e solidário, a doação de sangue ainda não está muito difundida: embora a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomende que o percentual de doadores de sangue seja de, no mínimo, 3% da população do país, no Brasil essa taxa ainda é baixa, não atingindo 1,9%, gerando um grande déficit hospitalar.

Quem são beneficiados pela doação de sangue

A doação de sangue beneficia muitas vidas de pacientes que, lidando com doenças, traumas e cirurgias, precisam de transfusão constante ou pontual, de forma a repor o estoque de sangue saudável em seu corpo.

 

Dentre as pessoas beneficiadas pela doação de sangue, estão:

 

  • Pacientes em tratamentos contra o câncer
  • Pessoas com doenças renais 
  • Vítimas de traumas severos, como acidente de carro e queimaduras de terceiro grau.

 

Benefícios também para o doador

Doar sangue também traz benefícios para o doador que vão além da sensação de ajudar ao próximo: segundo estudo divulgado pela Mental Health Foundation, esse importante gesto contribui para o bem-estar e a saúde mental, ajudando a reduzir o stress e melhorando o bem-estar emocional e a autoestima.

Pré-requisitos para doação de sangue

Para que você possa doar sangue, é importante sempre verificar se você atende aos seguintes requisitos:

 

  • Apresentar boas condições de saúde
  • Ter entre 16 a 69 anos
  • Pesar no mínimo 50kg
  • Estar de jejum por, pelos menos, 2 horas
  • Estar descansado
  • Não ter doado sangue nos últimos 4 meses

 

Sendo que há alguns pré-requisitos que impedem a doação de sangue, temporariamente ou não:

 

  • Estar com febre, resfriado, gripe, anemia, hipertensão ou hipotensão
  • Excesso de peso
  • Ter feito uso de medicamento 
  • Gravidez confirmada ou suspeita
  • Ingestão de bebidas alcoólica nas 12 horas anteriores à doação
  • Ter passado por procedimento endoscópico nos últimos 6 meses



Esses fatores são  temporários, ou seja, não impedem que, posteriormente, você doe sangue, porém, existem outros  critérios que são definitivos:

 

  • Ter contraído hepatite após os 11 anos de idade
  • Possuir doenças como Aids, Chagas, Hepatite e Malária
  • Fazer uso de drogas injetáveis ilícitas

Onde doar sangue?

Para doar sangue, é simples: basta procurar o hemocentro mais próximo de você, sendo que, nas principais cidades brasileiras, existem campanhas patrocinadas por empresas privadas ou órgão públicos para incentivar a doação através de veículos móveis.

 

Faça a diferença na vida das pessoas, seja um doador de sangue!

Voltar para Artigos

ARTIGOS POPULARES

A importância da doação de sangue

20 de novembro de 2019

SonoScape

12 de setembro de 2019

Catálogo GFE

22 de agosto de 2019

NEWSLETTER